Mercado FinanceiroDestaqueNotícias

Exportações de boi caem, abate sobe em Mato Grosso

O abate de bois subiu em novembro de acordo com dados do Indea/MT, confira!

De acordo com a divulgação do Indea-MT, em novembro o abate total de bovinos aumentou
8,80% ante o mês anterior e totalizou 435,52 mil cabeças de bois no estado. Esse resultado foi impulsionado pela região noroeste, que registrou uma oferta de animais terminados 25,52% superior ante o mês de outubro, seguida pela região oeste, com valorização de 18,07% no período.

A categoria das fêmeas foi a de maior aumento nos resultados do estado (+16,03%), com destaque para a idade acima de 36 meses, que variou positivamente em 33,60% ante o mês anterior. Vale destacar que ao todo foram abatidas 143,73 mil cabeças de vacas, enquanto os bois somaram 291,79 mil animais abatidos. Este incremento no volume das fêmeas enviadas ao abate tem sido reflexo da virada do ciclo pecuário que começou a ocorrer em 2022.

De acordo com a análise da semana anterior, “Arroba do boi gordo internacional teve queda de acordo com Imea”.

Em novembro houve redução de 22,90% nas exportações de carne bovina de MT ante outubro

boi

Nesse sentido, foram totalizadas 50,82 mil
toneladas em equivalente de carcaça (TEC)
embarcadas no período. Contudo, quando se
analisa o comparativo do acumulado de janeiro a novembro ante o mesmo período de 2021, houve um incremento de 37,85%, cenário puxado pelos volumes recordes do 3º trimestre de 2022.

A China, somada a Hong Kong, concentra 66,32% do share dos embarques e em novembro reduziu as importações em 28,80%. Os gigantes asiáticos vieram pressionando o valor pago pela carne bovina brasileira nos últimos meses, o que acarretou o recuo de 38,70% no faturamento em novembro e somou US$ 134,94 milhões.

Ademais, com o início dos jogos da Copa do Mundo, países do Oriente Médio, como o Egito e o Catar,
aumentaram as importações de Mato Grosso em 61,44% e 63,02%, respectivamente, o que totalizou 3,68 mil e 1,02 mil TEC, na mesma ordem.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

  • Aqueceu: com o reflexo de maior consumo de carne bovina, na última semana a arroba do boi apresentou ajuste positivo de 1,68% no comparativo semanal;
  • Incremento: na mesma conjuntura das negociações do boi, a arroba da vaca gorda valorizou 1,82% ante a semana passada e fixouse na média de R$ 235,28;
  • Menor oferta: com a diminuição na oferta de animais aptos ao abate, as escalas de abate reduziram 2,30% ante a semana passada e fixaram-se na média de 8,74 dias.

Por Daniele Balieiro com informações do Imea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo