Leite: custos de produção aumentam, preços no campo avançam

O leite captado em fevereiro e pago aos produtores em março chegou a R$ 2,2104/litro na “Média Brasil” líquida, elevação de 1,7% em relação ao mês anterior e aumento de 2,5% frente ao mesmo período do ano passado, em termos reais (valores foram deflacionados pelo IPCA de março/22). Assim, o leite no campo acumula valorização de 1% desde janeiro

Pesquisas em andamento do Cepea apontam intensificação do movimento altista da “Média Brasil” para o próximo mês. Assim, o preço do leite captado em março e pago em abril pode subir cerca de 10%.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Custos avançam 4% no primeiro trimestre de 2022

O COE (Custo Operacional Efetivo) da pecuária leiteira registrou avanço de 1,64% na “Média Brasil” (BA, GO, MG, PR, RS, SC e SP) em março, porcentagem mais expressiva que a observada no mês anterior (0,76%), mas inferior à do mesmo mês do ano passado (1,99%).

No primeiro trimestre de 2022, o COE da produção leiteira acumulou alta de 4,07% – no mesmo período de 2021, o avanço foi de fortes 7,32%. No acumulado dos últimos 12 meses, o COE subiu 13,99%.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Repasse dos gastos no campo eleva os preços dos derivados de leite

Segundo pesquisas do Cepea realizadas com apoio da OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), os preços dos derivados lácteos seguiram em alta em março.

De acordo com colaboradores do Cepea, a valorização dos lácteos está atrelada ao encarecimento do leite cru, uma vez que a sua produção vem sendo negativamente afetada pelo período de entressafra, e pelo aumento dos custos de produção, sobretudo os associados à alimentação animal.

Por Cepea

AGRONEWS® é informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.