Milho: na Bolsa de Chicago, cotações seguem em alta nesta 6ª feira

A sexta-feira (13) começa com leves altas nos preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT)

As principais cotações registravam ganhos entre 2,25 e 2,50 pontos por volta das 08h54 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/19 era cotado à US$ 3,54 com estabilidade, o dezembro/19 valia US$ 3,69 com elevação de 2,50 pontos, o março/20 era negociado por US$ 3,82 com valorização de 2,50 pontos e o maio/20 tinha valor de US$ 3,91 com alta de 2,25 pontos.

Segundo informações da Successful Farming, os grãos foram mais altos nas negociações do dia para a noite, após um relatório sobre estimativas mundiais de demanda e oferta agrícola (WASDE) em alta.

A produção de milho foi de 13.799 bilhões de bushels (350,5 milhões de toneladas), abaixo das perspectivas do mês anterior, de 13,901 bilhões (353,08 milhões), segundo o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos). Sua perspectiva de produção foi reduzida de 169,5 bushels por acre para 169,2 bushels (de 177,3 sacas por hectare para 176,9 sacas).

“Os analistas esperavam uma produção de 13,672 bilhões de bushels (com rendimento de 167,2 bushels por acre (174,9 sacas por hectare)”, comenta o analista Tony Dreibus.

Por Guilherme Dorigatti/ Notícias Agrícolas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.