Produção de milho em Mato Grosso aumentou

Aumento da produção estadual e a crescente demanda por milho devem pautar a balança de Oferta e Demanda em Mato Grosso

Desse modo, estima-se que a oferta do cereal para a safra 2021/22 cresça 34,63% em relação à safra
passada, prevista em 43,85 milhões de toneladas. Em relação ao destino, com o crescente consumo mundial para ração animal e para produção de etanol no estado, a demanda do cereal apresentou um incremento de 33,96% ante o ciclo 2020/21, totalizando 43,61 milhões de toneladas.

No que tange à safra 2022/23, a oferta pode apresentar um aumento de 6,39% ante a safra atual, pautado pelo avanço da área e produtividade estimadas para o ciclo, totalizando 46,65 milhões de toneladas.

Pela ótica da demanda, com a perspectiva de menor oferta mundial para a safra futura, além da abertura de uma nova usina de etanol de milho no estado, o consumo total do cereal pode aumentar em 6,09% ante a safra 2021/22, totalizando 46,27 milhões de toneladas na demanda mato-grossense.

De acordo com a análise do Cepea, “As negociações envolvendo o cereal ocorrem de forma pontual no mercado brasileiro, com agentes consultados atentos aos possíveis impactos das elevadas temperaturas no Sul do País sobre o desenvolvimento da safra verão e também ao forte ritmo das exportações”.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Mercado Financeiro

milho
  • Bolsa de Chicago: o milho em Chicago encerrou a semana cotado a US$ 6,30/bu, queda de 4,05% no comparativo semanal, puxado pelo recuo do trigo no mesmo período;
  • Paridade julho 2023: a paridade terminou a semana com recuo de 4,11% e média de R$ 65,08/sc, acompanhando a retração do contrato em Chicago e do dólar futuro;
  • Mato Grosso: com um declínio de 0,72% e cotado a R$ 63,68/sc, o grão no estado finaliza a semana com recuo modesto, seguindo a queda do cereal em Chicago.

Por Daniele Balieiro com informações do Imea

AGRONEWS® – Informação para quem produz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *